EMS Taubaté Funvic - CAMPEÃO DO BRASIL

NOTÍCIAS

Obrigado, Vissotto!
04 de maio de 2020
Nos despedimos do grande Leandro Vissotto, oposto que nas duas últimas temporadas vestiu a camisa do EMS Taubaté Funvic com muita competência.
Não esqueceremos dos momentos magistrais, das muitas vitórias e, claro, dos títulos conquistados - em especial a Superliga 2018/2019, onde você foi peça fundamental nas finais.

Agradecemos pela paixão com que vestiu nossa camisa, pelo respeito e amor ao time e pela cidade que também lhe abraçou como um gigante do voleibol.

Valeu, Vissotto!
Continuar...
Obrigado, Lipe!
02 de maio de 2020

Agradecemos mais uma vez ao ponteiro Lipe, Campeão Olímpico e referência na posição por mais uma temporada de serviços brilhantemente prestados ao EMS Taubaté Funvic.

Nos despedimos de sua segunda passagem por Taubaté com a certeza de que você foi peça importante nas conquistas da última temporada.

Contando suas duas passagens pelo Taubaté, Lipe coleciona um título da Copa Brasil e o Tetracampeonato Paulista.

Que os momentos de vitória e os aplausos e carinho da galera fiquem eternamente marcados na sua e na nossa memória. Valeu, Lipe! 

Continuar...
Levantador Bruno Rezende é o primeiro reforço do EMS Taubaté Funvic para a próxima temporada
24 de abril de 2020

Capitão da Seleção Brasileira disputou as últimas três edições da liga italiana e escolheu Taubaté para marcar seu retorno ao voleibol brasileiro

O primeiro reforço do EMS Taubaté Funvic para a próxima temporada é o levantador Bruno Rezende, capitão da Seleção Brasileira, que estava no voleibol italiano.

O atleta de 33 anos tem um currículo vitorioso pelos clubes por onde passou no Brasil e no exterior. Pela Seleção Brasileira, tem sido o levantador titular já há alguns anos e também capitão. Dentre os muitos títulos conquistados com o time nacional, destaca-se o Ouro Olímpico na Rio 2016. Atuando no Brasil, foram seis conquistas da Superliga masculina.

Bruno defendeu na última temporada o Lube Civitanova, da Itália. No total, foram seis temporadas disputando a Liga Italiana de voleibol, onde também defendeu o Pallavolo Modena. Em solo italiano, conquistou sete títulos no total, entre títulos nacionais, um europeu e um mundial de clubes.

O atleta está no Brasil cumprindo o período de quarentena por conta da pandemia do Coronavírus, mas foi oficialmente apresentado em um vídeo gravado e veiculado aos torcedores nas redes sociais do EMS Taubaté Funvic.

“Estou muito feliz por podermos anunciar a minha chegada ao EMS Taubaté Funvic. Estou muito empolgado com esse novo desafio na minha carreira e também ansioso para entrar em quadra nessa cidade que abraçou o voleibol. Dentre as razões que me fizeram aceitar esse convite para defender o Taubaté uma das principais é o projeto como um todo, que é vitorioso e vem se mantendo em alto nível dentro do voleibol nacional e agora também na América do Sul.”, destaca Bruno.

O atleta reforça também que outro fator que pesou na sua escolha em defender o EMS Taubaté Funvic nesta temporada é o cunho de envolvimento do projeto com a cidade e com a questão da educação somada ao esporte. “Taubaté tem esse diferencial de não ser apenas um time de alto rendimento que busca vitórias e o sucesso nas quadras, mas é também um projeto que tem como base a educação e outros projetos sociais do município envolvendo o esporte. Esse tipo de valores eu acho de enorme importância para a sociedade”, comenta.

“Fico feliz também de poder reencontrar tantos amigos que o voleibol me deu. São muitas pessoas que me ensinaram muito e contribuíram para o crescimento da minha carreira. Espero que a partir da minha chegada, junto com meus companheiros, possamos colher muitas vitórias”, finaliza o levantador.

Títulos: Bruno Rezende tem um currículo recheado de conquistas. Com a Seleção Brasileira foi medalha de Ouro nas Olimpíadas Rio 2016, e conquistou também duas pratas em Londres 2012 e Pequim 2008; Campeão Mundial em 2010; Dois Ouros em Jogos Pan-Americanos (Rio 2007 e Guadalajara 2011); Quatro títulos da Liga Mundial (2006/2007/2009/2010); Duas Copas do Mundo (2007/2019).

Em clubes, ele detém seis títulos da Superliga masculina: 2003/2004 (Unisul), 2005/2006 (Cimed), 2007/2008 (Cimed), 2008/2009 (Cimed), 2009/2010 (Cimed), 2012/2013 (RJX).

Na Itália, tem dois títulos italianos, um pelo Pallavolo Modena e outro pelo Lube Civitanova; Duas Copa da Itália (Pallavolo Modena), uma Supercopa da Itália (Pallavolo Modena), uma Liga dos Campeões e um Mundial de Clubes, ambos pelo Lube Civitanova.

Ficha Técnica
Bruno Rezende
Posição: Levantador
Idade: 33
Natural do Rio de Janeiro (RJ)
Altura: 1,90m

Fotos: Divulgação/CBV

Continuar...
CBV e clubes decidem que Superliga Banco do Brasil masculina de vôlei está encerrada
20 de abril de 2020

Em reunião virtual realizada nesta segunda-feira (20/04), foi confirmado que EMS Taubaté Funvic termina como 1º colocado e fica com as vagas no Sulamericano e na Supercopa

A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e os clubes participantes da Superliga Banco do Brasil masculina de vôlei 2019/2020 se reuniram por videoconferência na manhã desta segunda-feira (20/04) e definiram, após votação, pela proposta apresentada pela entidade desde o primeiro momento: o fim da temporada em virtude da pandemia da COVID-19.

Votaram pelo fim da competição os seguintes clubes: EMS Taubaté Funvic, Vôlei Renata (SP), Pacaembu/Ribeirão Preto (SP), Vôlei UM Itapetininga (SP), Ponta Grossa Vôlei (PR), Denk Academy Maringá Vôlei (PR) e Sesc RJ, além da Comissão de Atletas, representada pelo presidente Raphael Oliveira, capitão do EMS Taubaté Funvic.

Votaram pela continuidade da Superliga Banco do Brasil masculina 19/20 os clubes Sada Cruzeiro (MG), Fiat/Minas (MG), América Vôlei (MG), Apan Blumenau (SC) e Sesi-SP.

A competição está encerrada e respeitará a classificação que constava até o dia 14/03, quando os jogos foram paralisados, faltando uma rodada para o final da primeira fase.

Após 21 jogos disputados, o EMS Taubaté Funvic terminou a competição como líder, com 54 pontos ganhos, em uma campanha de 17 vitórias e 4 derrotas. Na última partida disputada, a equipe venceu o Sada Cruzeiro (MG) por 3 sets a 0, fora de casa.

A CBV não vai declarar o EMS Taubaté Funvic campeão, nem realizar entrega de premiação. Assim como aconteceu na Superliga feminina e nas Superliga B masculina e feminina, a competição não terá um campeão oficial.

Como “Campeão moral” desta edição, o EMS Taubaté Funvic fica com as vagas no Campeonato Sulamericano de Vôlei e na Supercopa, que seriam destinadas ao time campeão da atual edição da Superliga masculina encerrada hoje.

Confira como ficou a classificação final da Superliga Banco do Brasil masculina 2019/2020: http://superliga.cbv.com.br/classificacao-masculino

Para o levantador e capitão Rapha, que participou da reunião como presidente da Comissão de Atletas da CBV, mesmo o clima sendo de pesar por não haver condições de dar seguimento à competição, a maioria concordou que a melhor decisão era encerrar a temporada.

“Alguns clubes se posicionaram contra o encerramento por não achar que a forma mais justa de acabar a competição fosse desta maneira. Mas a maioria avaliou que essa era a decisão mais certa a ser tomada dado o cenário e como forma de preservar toda a comunidade do voleibol envolvida na competição. Não foi de forma unânime, mas a maioria optou por essa forma, sem campeão e respeitando a classificação final que constava até a paralisação.”, comentou Rapha.

Foi definido ainda que a próxima edição da Supercopa terá um formato diferente, desta vez com oito clubes, justamente os oito melhores da Superliga masculina 2019/2020. “Foi uma forma encontrada para que patrocinadores e o próprio público tenham atrativos a mais quando as atividades forem retomadas e os clubes possam ter uma compensação pela não realização dos playoffs”, explicou Rapha. A competição ainda não tem data definida. 

Continuar...
ENTREVISTA: Leandro Vissotto relembra conquista do inédito título da Superliga em 2019
16 de abril de 2020

Melhor jogador das finais da Superliga 2018/2019 relembra da emoção de levar o EMS Taubaté Funvic ao seu primeiro título nacional: “No momento mais importante do campeonato nós estávamos no nosso melhor”

O dia 11 de maio de 2019 entrou para a história do esporte da cidade de Taubaté (SP). Neste dia era disputada em Suzano (SP) o quinto e último jogo das finais da Superliga masculina de vôlei da temporada 2018/2019.

A vitória por 3 sets a 1 sobre o rival SESI-SP dava ao EMS Taubaté Funvic seu primeiro título nacional da história, diante de um ginásio lotado – a maioria da torcida era do adversário – na cidade de Suzano (SP), onde as três últimas partidas daquela série final foram disputadas.

Um dos personagens centrais da conquista foi o oposto Leandro Vissotto, um dos mais experientes da equipe. Atleta com rodagem internacional, Campeão Mundial com a Seleção Brasileira, e detentor de uma medalha de prata Olímpica (Londres 2012), ele chegou à Taubaté como um dos nomes de peso para a temporada 2018/2019. No entanto, Vissotto lembra que a caminhada até o título não foi tranquila.

“Foi uma temporada com muitos problemas. Eu não estava na minha melhor forma física, não estava na melhor condição técnica, e não estava no meu melhor psicologicamente. Mas no final da primeira fase a chegada do Renan Dal Zotto foi um ponto de virada para toda a nossa equipe e para mim. Consegui embalar numa boa sequência, treinando bem e jogando no meu melhor, e consegui entregar o que eu era capaz de fazer pelo time. Terminar como campeão e como MVP das finais foi um prêmio por tudo que passei, os momentos de sofrimento que só eu sei como foram duros. Mas jogador tem que dar a volta por cima dessa forma, jogando bem e dando a resposta dentro de quadra. E eu consegui dar essa volta, mostrar meu melhor voleibol e provar que podia ser uma peça importante naquele time campeão.”, recorda.

Para o oposto, a arrancada rumo ao título se deu tão logo a equipe taubateana confirmou a vaga ao derrotar o Sada Cruzeiro (MG), fora de casa, fechando a série semifinal em 3 jogos a 0. “O Sada era o nossos grande adversário, um carrasco histórico nas últimas edições da Superliga. Entramos nas semifinais bem pressionados, mas também com muita vontade de passar por eles. Apesar da série ter terminado em 3 a 0, foram três partidas muito disputadas, com dois jogos terminando em 3 sets a 2 para nós, e conseguimos avançar para a inédita final.”, recorda.

“Acho que quando nós confirmamos a série semifinal em 3 a 0 contra o Sada, e vendo a forma como time cresceu naquele momento, ali eu tive certeza de que a gente seria campeão. É claro que muita gente não acreditava e tantos outros não tinham certeza. Mas jogo a jogo nós mostramos que éramos capazes, mesmo tendo pela frente um adversário fortíssimo como o SESI.”, completa Vissotto.

Eleito o MVP (melhor jogador) das finais, e tendo sido o maior pontuador taubateano no jogo decisivo, com 19 bolas anotadas, Vissotto faz questão de não querer só para si as glórias da vitória final, e destaca que o jogo coletivo do Taubaté foi determinante para a conquista.

“Nós nos entregamos muito no dia a dia nos treinamentos, e o time era de qualidade, jogadores vencedores, de alto nível. E depois de alguns momentos ruins na temporada regular, nos playoffs foi questão de colocarmos a cabeça no lugar, e o Renan conseguiu que nós mudássemos nossa postura para melhor. Continuamos trabalhando duro e a equipe como um todo cresceu bastante. No momento mais importante do campeonato nós estávamos no nosso melhor.”, destaca.

De tantas conquistas em que teve em sua vitoriosa carreira, a conquista da Superliga masculina 2018/2019 pelo EMS Taubaté Funvic teve um gosto muito especial para Leandro Vissotto.

“Era o título que faltava no meu currículo como atleta profissional. Eu já havia feito final, mas nunca tinha sido campeão e tinha muita vontade de levantar esse título da Superliga.”, lembra o oposto.

“Fui felizardo de poder jogar todas as finais de todos os campeonatos que eu disputei em 25 anos de carreira. Venci a maioria, alguns não consegui, mas essa conquista com o Taubaté foi de um sabor especial. Foi muito gostoso celebrar, pois nós trabalhamos muito para isso. A gente treina, joga, se entrega ao esporte para ser campeão, para conquistar títulos. E já no meu primeiro ano pelo EMS Taubaté Funvic conquistar o título nacional foi muito gostoso, muito importante e marcante na minha carreira.”, finaliza.


Fotos: Arquivo/Maxx Sports Brasil

Continuar...
SporTV 2 reprisa jogo do título do EMS Taubaté Funvic na Superliga 2018/19 nesta sexta-feira
08 de abril de 2020

Quinto e decisivo jogo da série final contra o SESI-SP foi vencido pelos taubateanos por 3 a 1, garantindo o inédito título nacional

O canal por assinatura SporTV 2 segue exibindo jogos marcantes da história do voleibol, tanto das seleções brasileiras masculina e feminina, quanto de clubes.

Nesta sexta-feira, 10/04, a emissora exibe às 19h30 o quinto e decisivo jogo da última edição da Superliga Masculina. Disputado em 11 de maio de 2019, a partida terminou com vitória do EMS Taubaté Funvic por 3 a 1 sobre o SESI-SP, em jogo disputado na Arena Suzano.

Foi o histórico jogo em que o Taubaté encerrou a série final melhor de cinco em 3 jogos a 2, e levantou seu primeiro título da Superliga masculina. Vale a pena rever e se emociona com este jogaço de voleibol.

Continuar...
Lucão relembra momentos especiais da campanha do Ouro Olímpico do Brasil em 2016
03 de abril de 2020

Central do EMS Taubaté Funvic integrou equipe que conquistou o título na Rio-2016 e comenta passagens mais marcantes dos Jogos Olímpicos em solo brasileiro

O canal por assinatura SporTV 2 iniciou na última quinta-feira a reprise de todos os jogos da campanha da Seleção Brasileira masculina de vôlei nos Jogos Olímpicos Rio-2016. Na ocasião, o selecionado brasileiro conquistou o tricampeonato Olímpico ao bater a Itália na decisão.

Titular daquela equipe, o central Lucão, do EMS Taubaté Funvic, guarda com muito carinho os momentos de tensão, superação e alegria que compõem a campanha de 8 jogos que levou a equipe à medalha de Ouro.

“Nós tínhamos um time que não tinha jogado muito bem a Liga Mundial naquele ano, mas a confiança existia em fazer um bom torneio Olímpico. Os dois primeiros foram complicados, mesmo contra o México, que foi bem mais difícil do que a gente esperava (vitória do Brasil por 3 a 1). E contra o Canadá mais ainda (vitória do Brasil por 3 a 1). O clima era bom, tranquilo, mas à medida em que o torneio foi andando, começamos sim a ter preocupações.”, comenta Lucão.

O início das Olimpíadas, além das dificuldades de entrosamento e das dúvidas que as apresentações não tão boas da equipe nos dois primeiros jogos levantou, também trouxe um obstáculo físico para Lucão. “Eu tive um estiramento no tendão patelar que no começo dos Jogos Olímpicos em deixou de fora de praticamente todos os treinos com bola. Eu só malhava e jogava, e apesar desse problema físico, nos jogos eu não sentia dor, e consegui dar meu 100% em todas as partidas.”, lembra.

A equipe comandada pelo técnico Bernardinho, que também contava com mais quatro atletas que hoje fazem parte do elenco do EMS Taubaté Funvic – Lucarelli, Douglas Souza, Lipe e Maurício Souza – passou por resultados e apresentações que colocaram em dúvida até onde aquele time chegaria.

Vieram derrotas para Estados Unidos e Itália, ambas por 3 a 1. O último jogo da fase de classificação, que confirmou a classificação ao mata-mata, foi o ponto-chave, segundo Lucão.

“O grande divisor de águas para a nossa equipe foi contra a França, onde era matar ou morrer. Era duas fortes seleções e quem passasse, teria totais condições de chegar ao pódio. Aquele jogo foi onde com a vitória por 3 a 1 nós ganhamos muita confiança para seguir até a final e ao Ouro.

A campanha seguiu com vitória sobre a Argentina nas quartas de final por 3 a 1; vitória por 3 a 0 sobre a Rússia na semifinal; e novo 3 a 0 sobre a Itália na decisão, sacramentando o sonhado tricampeonato olímpico diante de um ginásio do Maracanãzinho lotado.

“É uma coisa única. Todo atleta sonha em jogar uma Olimpíada, e ainda mais poder jogar em casa, e chegar ao título, é uma junção de todos os ingredientes perfeitos para um atleta. Foi, sem dúvidas, o dia mais especial da minha vida como jogador, e acho difícil que algum outro feito supere aquela emoção, e toda a repercussão daquela nossa conquista.”, finaliza Lucão.

Nesta sexta-feira, o SporTV 2 continua a exibir as partidas em compactos de cerca de 1h30. Confira:

SEXTA-FEIRA, 3 DE ABRIL

20h – Brasil x EUA
21h30 – Brasil x Itália

 

SÁBADO, 4 DE ABRIL

19h – Brasil x França
20h30 – Brasil x Argentina

 

DOMINGO, 5 DE ABRIL

19h – Brasil x Rússia
20h30 – Brasil x Itália


Fotos: Divulgação

Continuar...
SporTV 2 reprisa a partir de hoje a campanha do Ouro Olímpico do Brasil na Rio 2016
02 de abril de 2020

Seleção Brasileira masculina contou com cinco atletas que hoje compõem o elenco do EMS Taubaté Funvic e conquistou tricampeonato Olímpico no Maracanãzinho

Com todas as atividades esportivas do mundo paralisadas devido à pandemia do Coronavírus, as emissoras deste segmento estão tendo a chance de reprisar muita coisa legal nos últimos dias. E o canal SporTV 2 presenteará os fãs do vôlei com uma sequência histórica: a campanha da medalha de Ouro nas Olimpíadas Rio 2016.

A partir de hoje, 02/04 até domingo, 05/04, a emissora mostrará todos os jogos da equipe masculina, desde a estreia contra o México, até a grande final, contra a seleção italiana.

Na ocasião, duas derrotas na fase de grupos, para americanos e italianos, quase fizeram o Brasil adiar o sonho da conquista do terceiro ouro olímpico jogando em casa.

A decisão da vaga nas quartas de final ficou para a última partida, diante dos franceses, que haviam conquistado um ano antes a Liga Mundial no Maracanãzinho, palco das disputas do vôlei na Rio-2016. Dali para frente, o time embalou e caminhou rumo ao tri.

Da equipe que conquistou o Ouro na Rioo 2016, fazem parte do atual elenco do EMS Taubaté Funvic os ponteiros Lucarelli, Lipe e Douglas Souza, e os centrais Lucão e Maurício Souza.

Nesta quinta-feira, a exibição começará às 19h, em compactos de cerca de 1h30. Confira a agenda:

QUINTA-FEIRA, 2 DE ABRIL

19h – Brasil x México
20h30 – Brasil x Canadá

 

SEXTA-FEIRA, 3 DE ABRIL

20h – Brasil x EUA
21h30 – Brasil x Itália

 

SÁBADO, 4 DE ABRIL

19h – Brasil x França
20h30 – Brasil x Argentina

 

DOMINGO, 5 DE ABRIL

19h – Brasil x Rússia
20h30 – Brasil x Itália


Fotos: Divulgação

Continuar...
Oposto Abouba relata rotina em quarentena na Itália e importância de cumprir o isolamento
31 de maro de 2020

Ex-atleta do EMS Taubaté Funvic comenta situação no país europeu que é um dos mais afetados pelo coronavírus no mundo

“Oi pessoal, aqui é o Abouba, jogador de vôlei do Tonno Calipo aqui da Itália, e ex-atleta do EMS Taubaté Funvic. Venho aqui, por meio deste relato, comentar como está sendo a minha vida aqui na Itália diante dessa situação do novo coronavírus.

No início, nós escutávamos aqui notícias, alguns comentários, boatos e informações diversas sobre um novo vírus na China. E por ser muito parecido com uma gripe, não foi dada muita importância.

Até que surgiram os primeiros casos aqui no Norte da Itália. Pela doença ser muito contagiosa, ela se alastrou muito rápido, o que obrigou o governo italiano a tomar algumas medidas, incluindo a quarentena da população.

Porém, boa parte das pessoas ignorou essa determinação de ficar em casa, e continuaram saindo, indo trabalhar, indo a bares e restaurantes e tocando a vida normalmente.

Foi quando começaram a surgir as primeiras notícias de mortes pelo vírus e milhares de pessoas contaminadas. Isso em duas a três semanas. Só aí a população se deu conta da grande gravidade dessa doença, e começaram a seguir as normas do governo.

Nós estamos cumprindo um período de quarentena geral, onde só podemos sair de casa para ir ao supermercado comprar alimentos, ou à farmácia, para comprar remédios. Todas as outras atividades estão com restrição.

Essas medidas de quarentena e isolamento já foram tomadas no Brasil previamente, com maior antecedência, antes da epidemia se alastrar da forma como foi aqui na Itália. O que é ótimo para o povo brasileiro.

Por isso que reforço para todos aí, no Brasil, que é importantíssimo respeitar essas medidas da quarentena e se resguardar em casa, para que o vírus não se alastre da forma como ocorreu, infelizmente, aqui para os italianos.

Um grande abraço a todos aí no Brasil e em Taubaté, cidade que me recebeu com enorme carinho e onde tive a alegria de ser Campeão da Superliga.”

Abouba.

Continuar...
Quem é o maior vencedor do Troféu Viva Vôlei na atual temporada do EMS Taubaté Funvic?
27 de maro de 2020

Em 21 jogos disputados, equipe taubateana teve sete atletas diferentes sendo eleitos como melhor do jogo. Lucarelli lidera a lista equilibrada

Até a paralisação da atual edição da Superliga Banco do Brasil masculina de vôlei, no último dia 14/03, o EMS Taubaté Funvic vinha fazendo uma campanha muito boa. O time taubateano havia alcançado 54 pontos, em uma campanha de 17 vitórias e 4 derrotas, em 21 jogos disputados e liderava a competição.

Em todas as vitórias, claro, o vencedor do Troféu Viva Vôlei – prêmio dado ao jogador eleito o melhor em quadra – foi taubateano. Mas quem foi o grande premiado nessa temporada?

Os números mostram que não houve nenhum bicho-papão dos prêmios Viva Vôlei no EMS Taubaté Funvic. Os 17 troféus dados ao time taubateano foram bem distribuídos entre sete atletas diferentes, em todas as posições, mostrando o equilíbrio e o quanto o elenco tem nomes de peso à disposição do técnico Renan Dal Zotto.

O maior vencedor é o ponteiro Lucarelli, que levou o troféu em quatro oportunidades. Ele é seguido pelo central Maurício Souza e pelo levantador Rapha, que foram premiados três vezes cada um.

Completam a lista o líbero Thales, o central Lucão e o oposto Mohamed, com dois troféus para cada. E o oposto Vissotto, que levou o prêmio em uma oportunidade.

Competição segue paralisada por conta do Coronavírus

A Superliga Banco do Brasil masculina de vôlei segue paralisada pelo menos até 20 de abril. Nesta data, a Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) vai se reunir por videoconferência novamente com os 12 clubes e a comissão de atletas, para definir se a competição será oficialmente dada como encerrada, ou se ainda seguirá suspensa até que a pandemia de Coronavírus esteja controlada no país.

Em reunião realizada no último dia 19/03, somente o EMS Taubaté Funvic, o Pacaembu/Ribeirão Preto (SP), e a comissão de atletas, representada pelo levantador Rapha votaram pelo encerramento da competição. Os outros 10 clubes optaram por aguardar por mais um mês.

A Superliga feminina e as Superligas B masculina e feminina foram dadas como encerradas por decisão dos clubes, em votação proposta pela CBV nos mesmos moldes.

Fotos: Renato Antunes / Maxx Sports Brasil

Continuar...
Renan Dal Zotto concorda com o adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020
25 de maro de 2020

Técnico do EMS Taubaté Funvic e da Seleção Brasileira masculina apoia decisão do COI para preservar atletas e garantir competitividade do evento

O primeiro-ministro do Japão, Abe Shinzo, confirmou nesta última terça-feira (24/03) que pediu ao Comitê Olímpico Internacional (COI) o adiamento de um ano da Olimpíada de Tóquio, que estava programada para o dia 24 de julho. A autoridade esportiva aceitou, e a competição foi oficialmente postergada para 2021.

Os Jogos Olímpicos foram adiados por causa da pandemia do Covid-19, que impactou a organização do evento e também a preparação dos atletas. Mesmo acontecendo em 2021, os Jogos continuarão tendo nome oficial de Tóquio 2020.

Para o técnico Renan Dal Zotto, do EMS Taubaté Funvic e da Seleção Brasileira masculina de vôlei, a decisão foi acertada:

“Estamos monitorando tudo que vem acontecendo no Brasil e no mundo e tomando as decisões dia após dia. A determinação pelo adiamento foi correta. A questão da saúde está acima de todas. Isso é absolutamente indiscutível. Além disso, para nós, o planejamento e o treinamento sempre foram a base tudo, seria muito difícil chegar para uma edição do maior campeonato do calendário sem que fosse na melhor circunstância. Agora é preciso ter serenidade para planejar e seguir adiante assim que tudo isso passar”, afirmou Renan.

Fotos: Renato Antunes/Maxx Sports Brasil

Continuar...
Capitão do EMS Taubaté Funvic comenta paralisação e futuro da Superliga masculina
24 de maro de 2020

Levantador Rapha é o atual presidente da comissão de atletas da CBV e votou pelo encerramento da competição na última quinta-feira

A Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) se reuniu por meio de videoconferência com os clubes da Superliga Banco do Brasil masculina de vôlei na última quinta-feira (19/03) e, após votação, foi decidido pela maioria que a competição ainda não está oficialmente encerrada.

Ficou definido que no dia 20 de abril será realizada nova reunião, também por videoconferência, reunindo os 12 clubes, a CBV e o representante da comissão de atletas, onde será novamente debatido o encerramento ou não da competição por conta do coronavírus (COVID-19).

Atleta mais antigo do elenco do EMS Taubaté Funvic, o levantador Rapha participou da reunião da última semana, e como presidente da comissão de atletas da CBV, votou pelo encerramento da Superliga, representando a vontade dos atletas.

Além dele, somente EMS Taubaté Funvic e Pacaembu/Ribeirão Preto (SP), votaram pelo encerramento da competição, opção esta que foi sugerida pela Confederação Brasileira de Vôlei.

Os outros 10 clubes votaram por adiar em mais um mês a decisão a respeito do futuro da Superliga.

“Nós respeitamos a opinião de todos os clubes, atletas e dirigentes. Mas após todos os diagnósticos de profissionais e entidades médicas, decretos governamentais etc, nós achamos que daqui um mês ainda não teremos condições de retomar as atividades. Então para que nós pudéssemos nos proteger da melhor forma, proteger nossas famílias, e toda a comunidade que trabalha com o voleibol, a comissão de atletas optou por votar em encerrar a competição. Não tendo campeão, e respeitando a classificação que estava configurada até a penúltima rodada da competição. Mas infelizmente fomos derrotados nessa votação.”, comentou Rapha.

Apesar da sugestão da própria CBV ter sido pelo encerramento do campeonato, o que foi adotado em votações nas Superligas B masculina e feminina, e na Superliga feminina, a competição masculina principal foi a única que destoou desta postura. Para Rapha, há complicações práticas que inviabilizam que o torneio seja retomado de onde parou.

“Os que votaram por manter a Superliga ainda paralisada, alegaram que era cedo para acabar, querendo ter novas expectativas para daqui um mês. O que acarreta de prejuízo para nós, atletas, é a parte de preparação física, com certeza. Aqui em Taubaté, por exemplo, por pelo menos 30 dias, por decreto municipal, nenhum ginásio ou espaço esportivo pode ser usado. Então isso inviabiliza qualquer tipo de treinamento, e gera uma incerteza geral até para que a equipe possa montar uma programação, já pensando num futuro retorno ao trabalho”, completou o capitão.

Sobre a expectativa para a próxima reunião sobre o assunto, marcada para o próximo dia 20 de abril, Rapha é destaca que “Todos, atletas e dirigentes, são muito responsáveis naquilo que fazem, e tenho certeza de que o que for votado na próxima reunião vai ser o melhor para todo mundo.”.

Fotos: Renato Antunes / Maxx Sports Brasil

Continuar...
CBV e clubes decidem que Superliga masculina de vôlei segue paralisada
19 de maro de 2020

Em reunião virtual realizada na tarde desta quinta-feira (19/03), foi votado e decido que a competição 2019/2020 não será encerrada, e nova reunião acontecem em um mês

A Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) se reuniu por meio de videoconferência com os clubes da Superliga Banco do Brasil masculina de vôlei na tarde desta quinta-feira (19/03) e foi decidido, após votação, que a competição segue paralisada por mais um mês.

Ficou definido que no dia 20 de abril será realizada nova reunião, também por videoconferência, onde será novamente debatido o encerramento ou não da competição por conta do coronavírus (COVID-19).

Dois clubes e a Comissão de Atletas votaram pelo fim do campeonato, contra 10 clubes que votaram pela opção de manter a Superliga masculina paralisada e aguardar mais um mês.

O EMS Taubaté Funvic votou pelo encerramento da competição, assim como a Comissão de Atletas, que é presidida pelo levantador Rapha, da equipe taubateana. O outro voto pelo encerramento do campeonato foi do Pacaembu/Ribeirão Preto (SP).

Todo o elenco do EMS Taubaté Funvic, bem como a comissão técnica, seguem dispensados de todas as atividades.

A CBV, que conta com um comitê de crise composto por área técnica, médica e jurídica, entre outros, apresentou a proposta pela conclusão do campeonato, já que a preocupação da entidade com a saúde está acima de qualquer outra questão. A proposta não foi aceita pela maioria e a entidade recomendou que todos os clubes liberem seus atletas de treinamento e que os mesmos permaneçam em casa, seguindo as recomendações das autoridades da saúde.

“A CBV entende que a melhor decisão neste momento seria encerrar a competição, mas, como sempre, foi colocado em votação e por 10 a três venceu a opção de nos reunirmos novamente daqui a um mês para debater o assunto mais uma vez. Enquanto isso, a Superliga Banco do Brasil masculina 19/20 segue paralisada”, declarou o Superintendente de Competições Quadra da CBV, Renato D´Avila.

VOTAÇÃO DOS CLUBES E COMISSÃO DE ATLETAS
Futuro da Superliga Banco do Brasil 19/20 (10 a 3)

EMS Taubaté Funvic – Encerrar a temporada

Sada Cruzeiro – Seguir paralisada e realizar uma nova reunião

Sesc RJ – Seguir paralisada e realizar uma nova reunião

Sesi-SP – Seguir paralisada e realizar uma nova reunião

Vôlei Renata – Seguir paralisada e realizar uma nova reunião

Fiat/Minas – Seguir paralisada e realizar uma nova reunião

Apan Blumenau – Seguir paralisada e realizar uma nova reunião

Vôlei UM Itapetininga – Seguir paralisada e realizar uma nova reunião

Pacamebu/Ribeirão Preto – Encerrar a temporada

Denk Academy Maringá Vôlei – Seguir paralisada e realizar uma nova reunião

América Vôlei – Seguir paralisada e realizar uma nova reunião

Ponta Grossa Vôlei – Seguir paralisada e realizar uma nova reunião

Comissão de Atletas – Encerrar a temporada

Continuar...
URGENTE: CBV determina suspensão dos jogos da Superliga por 15 dias
14 de maro de 2020
Informamos que o jogo de hoje entre EMS Taubaté Funvic e SESI-SP, que seria disputado às 21h00 no ginásio do Abaeté não vai ser realizado.

Em comum acordo com os técnicos das seleções brasileiras, representante de clubes, representante dos atletas e autoridades da saúde, o comitê de crise da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) decidiu, na tarde deste sábado (14.03), pela paralisação de todos os jogos da Superliga Banco do Brasil e Superliga B por 15 dias como parte do esforço de contenção da disseminação do coronavírus (COVID-19).

A comissão de crise da CBV se reuniu com o Dr. João Olyntho, um dos médicos das seleções brasileiras, na manhã de hoje, e consultou o presidente do Minas Tênis Clube, Ricardo Vieira Santiago, representante de clubes da CBV, e o levantador Raphael Oliveira, presidente da Comissão de Atletas, e os técnicos Renan Dal Zotto e José Roberto Guimarães em nome de todos os treinadores – todos concordaram com a decisão. 

A CBV tem como único e exclusivo objetivo preservar a integridade de todos os envolvidos nas partidas oficiais da entidade.


Continuar...
EMS Taubaté Funvic recebe o SESI em jogo que definirá cruzamentos dos playoffs da Superliga
13 de maro de 2020

Para os taubateanos, partida vale a manutenção da liderança do nacional e a vantagem de decidir os playoffs até a fase final como mandante

O EMS Taubaté Funvic entra em quadra na noite do próximo sábado, 14/03, pela 22ª e última rodada da primeira fase da Superliga Banco do Brasil Masculina de vôlei 2019/2020. O jogo contra o SESI-SP será disputado no ginásio do Abaeté, às 21h00, e terá transmissão do canal SporTV 2.

Após 21 jogos disputados, o time taubateano chega para a última partida desta primeira fase ocupando a liderança da Superliga, com uma campanha de 17 vitórias e quatro derrotas, somando 54 pontos. Esta já é a melhor campanha da equipe em toda a sua história em uma primeira fase de Superliga.

O jogo deste sábado ganha em importância por dois motivos: a manutenção da liderança da competição, que daria ao Taubaté a vantagem de decidir todas as três fases dos playoffs (quartas, semifinais e final) como mandante; e também definirá os cruzamentos das quartas de final, que começam no próximo dia 21/03.

Em caso de vitória do EMS Taubaté Funvic por 3 a 0 ou 3 a 1, a equipe taubateana somaria mais três pontos e terminaria na liderança.

Em caso de vitória por 3 a 2, a equipe somaria mais dois pontos, indo a 56. O Sada Cruzeiro, que é o segundo colocado, joga fora de casa contra o Ponta Grossa Vôlei, e como franco favorito, deve confirmar três pontos e chegar a 56. Neste caso, como também em caso de derrota por qualquer placar, o Sada Cruzeiro terminaria na liderança.

Dependendo apenas de suas próprias forças para encerrar o primeiro turno como melhor time da competição, o EMS Taubaté Funvic teve uma semana de trabalho muito produtiva. Após duas vitórias por 3 sets a 0 contra as fortes equipes do SESC-RJ e do Sada Cruzeiro (MG), o EMS Taubaté Funvic chega embalado, mas com a consciência de que terá pela frente mais uma partida difícil contra o SESI.

“Será um jogo aberto. Claro que essas duas vitórias contra o SESC e contra o Sada foram importantes para chegarmos à liderança, mas temos que olhar sempre para frente e encarar o SESI com muita seriedade. Vamos estudar individualmente cada atleta deles, e buscar a melhor forma de vencer esse jogo”, comentou o técnico Renan Dal Zotto.

Para o ponteiro Douglas Souza, que cresceu muito nas últimas vitórias da equipe, os quatro primeiros times se conhecem muito bem. “Termos jogadores da Seleção em todos eles, então todo mundo sabe bem das características de cada um. O que precisamos nesse momento de decisão é nos fecharmos, olhar mais para nós do que para o adversário, e buscar minimizar nossos erros e impor nosso melhor jogo. Precisamos de consistência nesse jogo, nós estamos forçando bastante o saque e isso funcionou nas últimas vitórias. Com passe na mão ou não, estamos conseguindo virar bolas importantes o tempo inteiro, e com o saque forçado, temos conseguido trabalhar bem no bloqueio. Nosso momento é bom e vamos com tudo para mais esta decisão”, comentou Douglas.

O adversário: O SESI-SP é o atual 4º colocado da Superliga Banco do Brasil. Após 21 rodadas, o time paulistano tem 14 vitórias e 7 derrotas, somando 40 pontos. Na última rodada, o time foi derrotado em casa pelo APAN/Blumenau (SC) por 3 sets a 2. No primeiro turno, quando recebeu o EMS Taubaté Funvic no ginásio da Vila Leopoldina, o SESI venceu por 3 sets a 2.

Classificação atualizada da Superliga masculina: http://superliga.cbv.com.br/classificacao-masculino.

SERVIÇO
Superliga masculina de Vôlei 2019/2020
1ª Fase – 2º Turno / 22ª Rodada
EMS Taubaté Funvic x SESI-SP
Data: 14/03/2020 (sábado)
Horário: 21h00
Local: Ginásio do Abaeté (R. Deli Tabchoury, 499 - Parque Sr. do Bonfim, Taubaté-SP)
Transmissão: SporTV 2

Continuar...
NOTA OFICIAL: Jogo entre EMS Taubaté Funvic e SESI terá portões fechados
13 de maro de 2020

Seguindo recomendações do Ministério da Saúde, a CBV determinou que a partir desta sexta-feira (13/03) todos os jogos aconteçam sem a presença de público

Seguindo recomendação do Ministério da Saúde, divulgada na tarde desta sexta-feira (13/03), a Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) determina, como medida de prevenção e visando o bem estar dos envolvidos, que, a partir desta data, os próximos jogos pela Superliga Banco do Brasil e Superliga B aconteçam com portões fechados em função do coronavírus (COVID-19). A determinação seguirá por prazo indeterminado.

Com isso, o jogo deste sábado entre EMS Taubaté Funvic e SESI-SP, que será disputado às 21h00 no ginásio do Abaeté, em Taubaté (SP), será realizado com portões fechados ao público. O jogo terá transmissão ao vivo pelo canal por assinatura SporTV 2.

Neste período, a CBV, que já conta com um comitê de crise para este assunto, seguirá acompanhando o cenário no país e fará nova avaliação de acordo com o andamento do caso.

ACESSO DA IMPRENSA: Os profissionais de imprensa devidamente credenciados junto à assessoria de imprensa do EMS Taubaté Funvic poderão acessar o ginásio e realizar a cobertura da partida normalmente. O credenciamento para a partida deste sábado já está encerrado.

SERVIÇO
Superliga masculina de Vôlei 2019/2020
1ª Fase – 2º Turno / 22ª Rodada
EMS Taubaté Funvic x SESI-SP
Data: 14/03/2020 (sábado)
Horário: 21h00
Local: Ginásio do Abaeté (R. Deli Tabchoury, 499 - Parque Sr. do Bonfim, Taubaté-SP)
Transmissão: SporTV 2

Continuar...
Troca de ingressos para jogo contra o SESI começa nesta quinta-feira (12/03)
10 de maro de 2020

Torcedores terão quatro pontos de troca fixos e mais a possibilidade de reservar a entrada pelo APP oficial do Vôlei Taubaté a partir de quarta-feira

A equipe EMS Taubaté Funvic volta à quadra pela Superliga Banco do Brasil Masculina de Vôlei no próximo sábado, 14/03, às 21h00 no ginásio do Abaeté contra o SESI-SP. O jogo será válido pela 22ª e última rodada da primeira fase da competição.

As trocas de ingresso para esta partida começam na quinta-feira, 12/03. As reservas pelo APP Vôlei Taubaté começam a partir de 00h00 desta quarta-feira, 11/03.

Os ingressos serão trocados por 1 (um) quilo de alimento não perecível (exceto sal e açúcar). Um quilo de alimento dá direito a um ingresso. Para adquirir dois ingressos, é necessário doar 2 (dois) quilos de alimentos.

Pelo aplicativo do time cada torcedor poderá reservar somente 1 ingresso e deverá levar no dia do jogo 1 (um) quilo de alimento não perecível (exceto sal e açúcar).

Ao todo, serão cinco opções de ponto de troca: Secretaria de Esportes e Lazer de Taubaté, Clínica Sorridents, Loja do Burro no Taubaté Shopping, Via Auto Shopping ou reservar pelo App do Vôlei Taubaté.

Ao todo, serão disponibilizados 1100 INGRESSOS para troca dos torcedores.

• Pontos de troca:

- Ginásio da CTI (Rua das Três Meninas, S/N). Horário: das 8h30 às 18h - Ingressos disponíveis: 200

- Sorridents (Rua Conselheiro Moreira de Barros, 49, Centro) Horário: das 8h30 às 18h - Ingressos disponíveis: 100

- Taubaté Shopping na LOJA DO BURRO (Av. Charles Schnneider, 1700 - Vila Costa) Horário: 12h às 20h - Ingressos disponíveis: 300

- Via Auto Shopping (Av. Dom Pedro I, 7231 – Estoril) Horário: 10h às 19h - Ingressos disponíveis:200

- App “Vôlei Taubaté” - Ingressos disponíveis: 300 (levar o ticket de reserva mais 1 (um) quilo de alimento não perecível - exceto sal e açúcar).

Cota preferencial:
Para todos os jogos da temporada 19/20, serão reservados 10% dos ingressos colocados para a troca para atender as pessoas de grupos especiais, ou seja, pessoas com deficiência (PCD), idosos com idade igual ou superior a sessenta anos, as gestantes e as pessoas acompanhadas por crianças de colo terão atendimento prioritário (LEI No 10.048, DE 8 DE NOVEMBRO DE 2000). Os mesmos deverão apresentar no momento da troca, documentos comprobatórios de sua necessidade de atendimento prioritário, caso não seja apresentado nenhum documento que comprove tal necessidade, caberá a organização decidir se pode ou não realizar a troca. Além do documento comprobatório o torcedor de necessidade especial também deverá apresentar o seu CPF e os quilos de alimentos correspondentes a quantidade de ingressos.

Observações Gerais:

• Cada pessoa poderá trocar no máximo 2 ingressos e deverá apresentar o CPF ou RG no momento da troca. Essa medida precisou ser tomada para evitar a ação de cambistas;

• Cada ingresso será trocado por 1 quilo de alimento não perecível que serão doados às instituições de caridade da cidade. (2 quilos = 2 ingressos);

• A reserva pelo App “Vôlei Taubaté” dará o direito de 1 ingresso por CPF e e-mail cadastrado (o torcedor deve levar o quilo de alimento no dia do jogo)

• Crianças de até 04 anos não precisam do ingresso;

• Pedimos que levem saquinhos plásticos para retirada do lixo após o jogo;

• Estará proibida a entrada de instrumentos musicais (somente com autorização prévia da Polícia Militar), capacetes, copinho de água fechado, guarda-chuvas e bebidas, alcoólicas ou não, em garrafa ou latinha;

• O portão de acesso ao público será aberto 1h antes do início da partida.

A organização recomenda que os torcedores não deixem para trocá-los na última hora, pois a expectativa é que o ginásio do Abaeté fique lotado para a partida.

Continuar...
EMS Taubaté Funvic vence o Sada Cruzeiro e assume liderança da Superliga masculina
07 de maro de 2020

Em noite inspirada de Lucarelli e Douglas Souza, taubateanos vencem por 3 a 0, somam mais três pontos e pulam para a ponta do nacional

O EMS Taubaté Funvic conquistou uma ótima vitória na noite deste sábado, 07/03, ao vencer o Sada Cruzeiro (MG) por 3 sets a 0 (Parciais 25x18 / 26x24 / 25x22), fora de casa, pela 21ª e penúltima rodada da primeira fase da Superliga Banco do Brasil masculina de vôlei. O jogo foi disputado no Ginásio do Riacho, em Contagem (MG).

Com a vitória, os taubateanos somaram mais três pontos e assumiram a liderança da Superliga Banco do Brasil, saltando para 54 pontos ganhos, ultrapassando o próprio Sada Cruzeiro, que caiu para a segunda posição, com 53 pontos.

O jogo: O técnico Renan Dal Zotto colocou em quadra o time inicial com Rapha, Lucarelli, Douglas Souza, Lucão, Maurício Souza, Vissotto e Rogerinho como líbero. Entraram ao longo do jogo Renan Bonora, Petrus, Riad e Mohamed.

O primeiro set começou bem equilibrado, com os dois times buscando o saque forçado. O Sada Cruzeiro teve um início de jogo melhor, sacando bem e virando as bolas com os ponteiros. O EMS Taubaté Funvic cometeu mais erros e o time da casa chegou a abrir pequena vantagem. O Taubaté entrou no jogo e quando o placar marcava 11 a 11, Lucarelli foi para o saque. O ponteiro taubateano teve uma passagem muito boa, forçando erros de recepção e passe do Sada, e facilitando o trabalho do bloqueio. O Taubaté conseguiu abrir 17 a 11. A partir daí o jogo seguiu equilibrado, mas com a vantagem confortável construída o EMS Taubaté Funvic fechou em 25 a 18, em 27 minutos.

O segundo set seguiu no mesmo ritmo equilibrado do primeiro período. O EMS Taubaté Funvic buscou variar mais o saque, mas cometeu muitos erros no serviço. O Sada Cruzeiro teve bons momentos defensivos na primeira metade do set e se manteve à frente do placar em boa parte do set, mesmo com pequena vantagem. O Taubaté buscou a reação e equilibrou as ações e empatou o jogo, que seguiu igual até os momentos decisivos. Os taubateanos conseguiram a virada e após dois set points, e um saque forçado de Lucarelli, fecharam em 26 a 24, em 30 minutos, fazendo 2 a 0.

O terceiro set começou com o Sada Cruzeiro melhor, forçando o saque trabalhando bem no bloqueio. Os donos da casa chegaram a abrir 4 a 0, mas após pedido de tempo do técnico Renan Dal Zotto, o Taubaté voltou ao jogo. A partida seguiu equilibrada e o Taubaté cresceu no jogo defensivo, virando bolas importantes de contra-ataque. O Sada Cruzeiro voltou a cometer mais erros e não conseguiu reagir. O Taubaté seguiu sacando muito bem e desestabilizando a recepção do adversário. O Sada buscou uma reação nos momentos finais, mas não foi suficiente. Mantendo bom aproveitamento ofensivo, o EMS Taubaté Funvic fechou em 25 a 22, vencendo por 3 sets a 0. O jogo teve duração total de 1h37.

O melhor jogador em quadra, premiado com o Troféu Viva Vôlei, foi o ponteiro Lucarelli, do EMS Taubaté Funvic.

Os maiores pontuadores do jogo foram o ponteiro Lucarelli e o oposto Leandro Vissotto, ambos do EMS Taubaté Funvic, com 15 pontos anotados cada.

Após o jogo, Lucarelli comentou: “Saímos de quadra hoje muito felizes com o resultado. Não só pelos três pontos e a liderança da competição, mas também porque fizemos um ótimo jogo. O time esteve bem em praticamente todos os fundamentos, e aproveitamos os momentos de superioridade para abrir vantagem e confirmar a vitória. Agora é descansar e focar no último jogo dessa fase, contra o SESI no nosso ginásio com apoio do nosso torcedor. Esse nosso crescimento na reta final da fase de classificação é muito legal porque nos faz entrar muito motivados nos playoffs.”.

Próximo jogo: O EMS Taubaté Funvic volta a jogar pela Superliga Banco do Brasil no próximo sábado, 14/03, quando recebe o SESI-SP às 21h00 no ginásio do Abaeté. A partida será válida pela 22ª e última rodada da primeira fase da competição.

Classificação atualizada da Superliga masculina: http://superliga.cbv.com.br/classificacao-masculino.

SERVIÇO
Superliga masculina de Vôlei 2019/2020
1ª Fase – 2º Turno / 21ª Rodada
Sada Cruzeiro (MG) 0x3 EMS Taubaté Funvic
Data: 07/03/2020 (sábado)
Horário: 21h30
Local: Ginásio do Riacho (R. Rio Paraopeba, 1200 - Riacho das Pedras, Contagem - MG)

FOTOS: Agência i7/Sada Cruzeiro

Continuar...
EMS Taubaté Funvic encara o Sada Cruzeiro neste sábado pela Superliga Banco do Brasil
06 de maro de 2020

Confronto entre os dois melhores times das primeira fase será disputado em Contagem (MG) e vale por briga direta pela liderança do nacional

O EMS Taubaté Funvic volta à quadra pela sequência da Superliga Banco do Brasil Masculina de vôlei 2019/2020 neste sábado, 07/03, quando terá pela frente o Sada Cruzeiro (MG), às 21h30 no ginásio do Riacho, em Contagem (MG).

O jogo é válido pela 21ª e penúltima rodada da primeira fase da Superliga. A partida terá transmissão ao vivo pelo canal por assinatura SporTV 2.

O EMS Taubaté Funvic vem de uma vitória importante contra o SESC-RJ, na última quarta-feira, quando venceu o time carioca por 3 sets a 0 no ginásio do Abaeté. Com o resultado, o Taubaté chegou aos 51 pontos ganhos e se consolidou na segunda colocação, não podendo mais ser alcançado pelo terceiro colocado SESC-RJ, que tem 41 pontos. Os taubateanos trazem uma campanha de 16 vitórias e quatro derrotas em 20 jogos disputados.

Além de garantir pelo menos a segunda colocação na primeira fase, a última rodada ainda acrescentou uma pitada a mais de emoção para as duas últimas jornadas desta primeira fase. Com a derrota do Sada Cruzeiro na quarta-feira para o SESI-SP por 3 a 0, o Taubaté encostou no líder e está apenas dois pontos atrás do time mineiro.

O jogo deste sábado vale, portanto, diretamente a liderança da competição. Ao EMS Taubaté Funvic, uma vitória por 3 a 0 ou 3 a 1, recoloca a equipe na primeira colocação.

“Nós sempre soubemos que essa edição da Superliga seria muito equilibrada, com um perde e ganha danado. Nenhum time seria soberano, e essa reta final de primeira fase está mostrando isso.”, comentou o técnico Renan Dal Zotto.

Para o comandante taubateano, a partida deste sábado não tem favorito e será bem difícil: “Não temos como esperar algo diferente de um jogo bem equilibrado e difícil. O Sada vem mostrando sua força, ganhou poder coletivo e é uma das equipes que brigará pelo título. A nós, que também somos uma das potências da competição, cabe entrar em quadra e buscar fazer nosso melhor jogo. Trabalhar para manter o nível de concentração lá no alto o jogo todo, minimizar nossos erros e buscar neutralizar os pontos fortes deles. Vencer, mais do que nos dar a liderança, nos dará também ainda mais motivação para entrar nos playoffs com força total”, disse Renan.

O adversário: O Sada Cruzeiro é o atual líder da Superliga Banco do Brasil. Após 20 rodadas, o time mineiro tem 18 vitórias e duas derrotas, somando 53 pontos. Na última rodada, a equipe mineira foi derrotada pelo SESI-SP por 3 a 0. No primeiro turno, quando veio ao Abaeté encarar o EMS Taubaté Funvic, o Sada Cruzeiro venceu por 3 sets a 0.

Classificação atualizada da Superliga masculina: http://superliga.cbv.com.br/classificacao-masculino.

SERVIÇO
Superliga masculina de Vôlei 2019/2020
1ª Fase – 2º Turno / 21ª Rodada
Sada Cruzeiro (MG) x EMS Taubaté Funvic
Data: 07/03/2020 (sábado)
Horário: 21h30
Local: Ginásio do Riacho (R. Rio Paraopeba, 1200 - Riacho das Pedras, Contagem - MG)
Transmissão: SporTV 2

Continuar...
EMS Taubaté Funvic vence o SESC-RJ pela Superliga Banco do Brasil
04 de maro de 2020

Taubateanos fazem 3 a 0 sobre equipe carioca, somam mais três pontos e encostam na liderança do nacional

Jogando na noite desta quarta-feira, 04/03, o EMS Taubaté Funvic venceu o SESC-RJ em jogo válido pela 20ª rodada da primeira fase da Superliga Banco do Brasil Masculina de vôlei 2019/2020.

Diante de bom público que compareceu ao ginásio do Abaeté, o EMS Taubaté Funvic venceu por 3 sets a 0 (parciais 25x23 / 25x18 / 25x22).

Com a vitória, os taubateanos chegam aos 51 pontos ganhos, se isolam na vice-liderança e encostam no líder Sada Cruzeiro (MG), que tem 53. A equipe mineira foi derrotada por 3 a 0 nesta quarta-feira pelo SESI-SP. No próximo sábado o Taubaté enfrenta justamente o Sada Cruzeiro, em jogo que vale a primeira posição da Superliga.

O jogo: O técnico Renan Dal Zotto colocou em quadra a equipe inicial com Rapha, Lucarelli, Douglas Souza, Lucão, Maurício Souza, Vissotto e Rogerinho como líbero. Entraram ao longo da partida Petrus, Renan Bonora, Thales e Carísio.

O primeiro set começou com o SESC-RJ impondo dificuldades à recepção do EMS Taubaté Funvic com saque variado. Os taubateanos responderam com boa efetividade da defesa e do bloqueio, e viraram bolas importantes de contra-ataque com os ponteiros. O jogo seguiu equilibrado, mas com o Taubaté em vantagem no placar com bom aproveitamento no saque e no jogo defensivo. Com bom volume de jogo e muita agressividade, o Taubaté fechou o 1º set em 25 a 23, em 30 minutos.

O segundo set começou novamente com o SESC melhor, forçando o saque e contando com erros de recepção do Taubaté. Os taubateanos retomaram o controle do jogo com notável crescimento da defesa e contando com ótimo aproveitamento do ponteiro Lucarelli e do oposto Vissotto. O SESC cometeu muitos erros ao longo do set e não conseguiu equilibrar as ações. Com um jogo mais consistente e de bom volume ofensivo, o Taubaté encaminhou a vitória com tranquilidade e fechou o set em 25 a 18, em 28 minutos.

O terceiro set começou com o EMS Taubaté Funvic melhor, sacando variado e forçando erros de recepção do SESC-RJ. Os ponteiros do Taubaté seguiram com ótimo aproveitamento e foram peças importantes na construção da vitória. O oposto Vissotto também foi bastante acionado pelo levantador Rapha e virou pontos importantes. Com clara superioridade também no bloqueio, o Taubaté fechou o terceiro set em 25 a 22 e o jogo em 3 sets a 0. A partida teve total de 1h32 de duração.

O melhor jogador em quadra, premiado com o Troféu Viva Vôlei, foi o ponteiro Lucarelli, do EMS Taubaté Funvic. Ele também foi o maior pontuador da partida com 17 pontos anotados.

Após o jogo, ele analisou a vitória taubateana nesta noite: “Hoje o grande diferencial foi que a nossa equipe soube se compartar de maneira agressiva em quadra na hora certa. Confirmando os pontos, mantendo a vantagem e não desperdiçando bolas de contra-ataque. O time como um todo esteve muito bem, em todos os fundamentos, e o saque foi mesmo um trunfo. Nós sacamos bem, eu consegui boas sequências no serviço que ajudaram o time, então saímos satisfeitos sim. Agora é descansar e partir para o jogo de sábado contra o Sada, valendo liderança e que tem tudo para ser mais um jogo bem duro”, comentou Lucarelli.

Próximo jogo: O EMS Taubaté Funvic volta à quadra no próximo sábado, 07/04, quando visita o Sada Cruzeiro, às 21h30, no ginásio do Riacho. A partida será válida pela 21ª e penúltima rodada da primeira fase da Superliga.  

Classificação atualizada da Superliga masculina: http://superliga.cbv.com.br/classificacao-masculino.

SERVIÇO
Superliga masculina de Vôlei 2019/2020
1ª Fase – 2º Turno / 20ª Rodada
EMS Taubaté Funvic 3x0 SESC-RJ
Data: 04/03/2020 (quarta-feira)
Horário: 20h00
Local: Ginásio do Abaeté (R. Deli Tabchoury, 499 - Parque Sr. do Bonfim, Taubaté-SP)

Fotos: Renato Antunes / Maxx Sports Brasil

Continuar...
PATROCINADORES MASTER
PATROCINADORES
MRV
INCENTIVADOS
Apoiadores
Plano de Saúde Oficial
Fornecedor de Uniforme Oficial